Palestra: Why biographies matters – Migration to the Spanish Exclaves Ceuta and Melilla - Profª. Drª. Gabriele Rosenthal

A partir de uma abordagem reconstrutiva de narrativas biográficas (Fritz Schütze; Gabriele Rosenthal) e da sociologia figurativa (Norbert Elias), a autora apresenta análises de pesquisa em andamento sobre construção social de zonas de fronteira, com atenção especial ao exemplo da fronteira entre Espanha e Marrocos (exclaves de Ceuta de Melilla).

Documentário: Infância Falada – Histórias de transformação baseadas no diálogo

O documentário Infância Falada – Histórias de Transformação baseadas no diálogo, dirigido por Hermílio Santos e Kamila Almeida, é resultado da pesquisa “Infância e Violência: Cotidiano de crianças em favelas do Rio de Janeiro, Recife e São Paulo”, coordenada pelo Prof. Hermílio Santos (CAES-PUCRS)

LAPS - Oficina de Pesquisa - “As artes da guerrra” - Projeto Temático FAPESP A gestão do conflito na produção da cidade contemporânea: a experiência paulista

Guerra e paz são temas clássicos do pensamento social. Nessa oficina de pesquisa serão estudadas e debatidas suas modulações contemporâneas, em particular no que se referem à atual conformação das agências estatais, dos dispositivos legais e do espaço urbano. A programação completa e os textos indicados para leitura estão disponíveis no link indicado. 

Link para acervo bibliográfico e programação completa: 
https://drive.google.com/drive/folders/0B7L9ML06V1riYWRydzZGUkxwdXM?usp=sharing

Institucional

O Departamento de Sociologia foi criado em 15 de setembro de 1987 (Resolução USP nº 3.362), com a divisão do velho Departamento de Ciências Sociais, ligado em sua origem à “missão francesa” que colaborou para a fundação da USP em 1934. Com a divisão em três unidades departamentais autônomas – Antropologia, Ciência Política e Sociologia – os três departamentos se encarregam conjuntamente do Curso de Graduação em Ciências Sociais, tocando cada qual independentemente seu próprio Programa de Pós-Graduação.