Workshop Internacional TENDÊNCIAS RECENTES DAS RELAÇÕES ENTRE SOCIOLOGIA E VIDA COTIDIANA

Em conjunto com o Prof. Dr. Carlos Fortuna, cabe problematizar o debate sociológico atual sobre a vida de todo dia como fenômeno social. O workshop potencializará tal interlocução por meio de uma palestra e de uma discussão dos projetos de pesquisa pós-graduada dos alunos da disciplina “A Sociologia e a Vida Cotidiana”, em andamento no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da USP.

Seminário Britta Baumgarten Professora do ISCTE

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Duisburg-Essen, investigadora contratada no CIES-IUL, coordenadora de projecto “Changing Degrees of Europeanization? Social Movements in the Public Debate on the EU Sovereign Debt Crisis in Portugal” e da parte portuguesa no projeto de cooperação FCT-CAPES (2016/2017) intitulado “Novas modalidades de participação política”.

 

OSET - oficina de sociologia econômica e do trabalho

Priscila Faria Vieira é doutora em Sociologia (PPGS/USP), foi pesquisadora do Centro de Estudos da Metrópole (CEM) e hoje está vinculada ao Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap). 

Como é representado o trabalho dos pobres? A conferência vai discutir resultados de estudo sobre transformações, tensões e disputas em torno das articulações das categorias “trabalho” e “pobreza” no Brasil. 

LAPS - Oficina de Pesquisa -Reconfigurações carcerárias

Dario Malventi  é pesquisador do Grup de Recerca Sobre Exclusió i Control Socials (GRECS), da Universidade de Barcelona (UB), tendo estudado a experiência das Unidades Terapêuticas Educativas (UTEs), um programa de inovação penitenciária gestado nas Astúrias, Espanha. 

27/10 - Workshop "Investigar las cárceles para cerrarlas: perspectivas metodológicas para una análisis militante de lo carcelario".

30/10 - Seminário Temático "El Oxymoron terapéutico: nacimiento y fracaso de la cárcel humanitaria en España".

LAPS- minicurso Religiões no Brasil de hoje: Uma leitura secularizada - Entre a cruz e o palanque: Religião epolítica partidária com Guilherme Borges

Por meio desta aula, serão observadas estratégias de ação política conduzidas por agentes religiosos católicos e evangélicos. O objetivo é discutir essas iniciativas, tendo em vista avaliar se e como elas se relacionam com a condição laica do estado brasileiro.

Lançamento Revisa Plural - “A experiência precoce da punição”

No Brasil, o destino social de crianças e de jovens pobres oscila entre as dimensões da proteção e dos direitos, por um lado, e da punição e do controle social, por outro. Durante grande parte do século XX, as legislações voltadas para os assim chamados menores equacionaram as respostas institucionais em torno da alternativa “trabalho precoce” ou “criminalidade precoce”.